Mautic 2.15.3: Filtros de Assets e correções de erros

Mautic 2.15.3: Filtros de Assets e correções de erros

O Mautic 2.15.3 chega com a proposta de corrigir alguns pequenos erros apresentados pela versão 2.15.e e pela 2.15.1 e oferece um novo filtro de segmento que era muito esperado.

Principais correções de erros do Mautic 2.15.3

  • Corrige um problema que gera erro com as decisões da campanha após a remoção do contato;
  • Correção do Erro “Unserialize Swift_Message” ao enviar e-mails
  • Corrige um aviso PHP Notice - Undefined variable nos envios de formulários
  • Corrige o rastreamento de leads com IP não rastreável
  • Corrige erros de duplicação de slots de conteúdo dinâmico dentro do construtor
  • A correção dos access_token que expirava após 1 hora para os plug-ins Go To
  • Adicionar prioridade de sincronização SugarCrm para envio de formulário
  • Corrige o aviso booleano de sincronização e correção do Salesforce
  • Corrigir sincronização de contatos do zoho
  • Atributos personalizados do formulário
  • Corrige um erro ao clonar campanhas que possuem formulário na origem
  • Corrigir mapeamento booleano do formulário

Agora o cURL é obrigatório no Mautic 2.15.3

As pessoas que usam servidor com o ubuntu não têm o php-curl instalado por padrão e o painel pode mostrar um erro de 500 no primeiro login.

Novo filtro de Segmento para Download de Ativos

Agora o Mautic 2.15.3 oferece um novo filtro de segmento que era muito aguardado que permite segmentar contatos que baixaram determinado ativo.

Os ativos são importantes para que você possa oferecer e-books ou acessos as suas redes sociais e agora ficou mais fácil identificar os contatos que acessaram seus ativos.

Modificação dos padrões do MySQL

O sql_mode não inclui o modo ONLY_FULL_GROUP_BY por padrão no MySQL, mas causa vários problemas no Mautic se ativado, pois o Mautic não é compatível com essa convenção.

O servidor MySQL pode operar em diferentes sql_mode e pode aplicar esses modos de maneira diferente para diferentes clientes, dependendo do valor da variável de sistema sql_mode. Os DBAs podem definir o modo SQL global para corresponder aos requisitos operacionais do servidor do site, e cada aplicativo pode definir o modo SQL da sessão para seus próprios requisitos.

Os modos afetam a sintaxe SQL que o MySQL suporta e a verificação de validação de dados que ele executa. Isso facilita o uso do MySQL em diferentes ambientes e o MySQL junto com outros servidores de banco de dados.

O innodb_default_row_format é definido como dynamic por padrão no MySQL 5.7+, mas não há desvantagem em defini-lodesse modo no MySQL 5.6, pois permite um caminho de atualização mais suave, benefícios de desempenho e limitações de índice reduzidas.

Baixe o Mautic 2.15.3 no Release do Github.

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *